oxo-logo
globe-americas PT FR EN ES
BLOG
19, 2019 de novembro
Riteba McCallum

Cinco maneiras incomuns de aprender um idioma

Você está tentando aprender um idioma. Pesquisou no Google e já seguiu as dicas mais comuns, como viajar, comprar esse ou aquele software, praticar, comemorar seus erros... Mas ainda não está funcionando. Não desista ainda!

Elaboramos esta lista de dicas incomuns para te ajudar nessa jornada, pois sabemos que são vários os caminhos para dominar um idioma.

1 – E-sír kusv-za-gìn-g-á

Oi?! E-sír kusv-za-gìn-g-á significa sapato azul de camurça na língua suméria.

Pois é! Aqueles sapatos... da música “Blue Suede Shoes”.

Por que alguém traduziria uma música do Elvis (bem, na verdade, ela foi escrita por Carl Perkins) do inglês para uma língua da Mesopotâmia de 6.000 anos e o que você tem a ver com isso? Fico feliz que tenha perguntado.

Porque é música.

A música é universal e tem diferentes estilos, além do Elvis sumério. Não importa o seu gosto, há sempre uma banda a ser descoberta e letras esperando para serem cantadas. Folk metal mongol, rap russo, blues wolof, jazz português, entre outros. Tem até o Plume Latraverse em italiano. Pois é! Por nada!

Não importa se o artista canta versos traduzidos de sua banda favorita ou letras originais que contam histórias de sua terra natal; melodias envolventes e estruturas simples podem ajudar você a memorizar palavras e frases em outro idioma com mais facilidade. Além disso, você aprende diferentes sotaques e pronúncias.

Ouça com atenção, leia a letra e tente traduzi-la para entender o significado. A música é uma forma divertida de aprender outro idioma.

2 – Viacal

Viagem local. Viacal. Entendeu? Ok, acabei de inventar. É horrível, eu sei! A questão é que você não precisa viajar para um lugar distante para ter contato com novas culturas. Na maioria dos centros metropolitanos, é possível encontrar dezenas de comunidades distintas em restaurantes renomados e bares frequentados por expatriados.

Passar algumas horas conversando com os frequentadores desses estabelecimentos pode render conversas interessantes e oportunidades de aprendizado em um de bate-papo casual.

Sim, pode ser um tiro no escuro. Nem sempre é possível encontrar alguém disposto a conversar com você. Mas às vezes acontece. Como bônus, após alguns drinques, eles podem ensinar gírias, palavrões e expressões não encontradas nos livros.

(Re)descobrir e passear por comunidades étnicas próximas não é caro, e é divertido aprender o básico de um novo idioma.

3 – De volta à escola

Gosta de cursos online de idiomas? Não aqueles. Qualquer aula em outro idioma.

Por exemplo, se você trabalha com direito e propriedade intelectual, experimente estudar o assunto em chinês. Se você conhece a história e o povo da Sibéria, tente aprender mais em russo. Se você defende os direitos humanos básicos, faça-o em árabe. São inúmeras aulas, normalmente gratuitas, sobre qualquer assunto imaginável. Aproveite a oportunidade para rever um assunto que você conhece bem, mas em um idioma que deseja dominar.

Assistir aos vídeos, entender os assuntos, lembrar das aulas e fazer as tarefas serão atividades desafiadoras, mas o seu conhecimento prévio será útil e ajudará a aprender o novo idioma.

 4 – Padrões estão por toda a parte

Saiba como reconhecer padrões ouvindo ou lendo em outro idioma.

Há padrões em praticamente qualquer nível. Por exemplo, em inglês, substantivos que se referem a mais de um item terminam em ‘s’ (morfologia). Artigos como ‘the’ ou ‘my’ são normalmente seguidos por substantivos, nunca por verbos (sintaxe). Geralmente, alguns sons são concorrentes, como pl ou sl. Mas outras combinações de sons nunca ocorrem, como tl (fonologia).”

Em italiano, a maioria dos substantivos femininos termina em ‘a’. Já os substantivos masculinos terminam em ‘o’. As formas plurais se tornam ‘e’ e ‘i’, respectivamente. Em francês, um substantivo feminino geralmente termina em ‘e’. Outros idiomas apresentam outros padrões reconhecíveis.

Alguns padrões são mais sutis e, portanto, apreendidos de maneira inconsciente quando nos expomos de forma contínua e consistente a um idioma. Já outros padrões mais óbvios podem destacar algumas regras linguísticas e ajudar a entender a estrutura e o significado de uma frase sem necessariamente compreender cada palavra dela.

Entender esses padrões pode ajudar a aprender um idioma.

5 – Há um tempo para isso

Independentemente do que esteja tentando aprender, uma boa noite de sono é essencial para o sucesso.

A aprendizagem ativa é apenas parte do esforço. Seu cérebro também precisa descansar para processar e classificar as novas informações.

Seu cérebro nunca desliga completamente. Na verdade, a consolidação, importante mecanismo do cérebro, ocorre durante o sono quando o cérebro cria conexões entre memórias resultantes dos seus esforços conscientes de aprendizagem. Com isso, você tem uma visão geral e aumenta a compreensão sobre assunto.

Mas, espere. Tem mais. Novos estudos sugerem que ouvir um idioma estrangeiro durante o sono pode acelerar a aprendizagem. Isso deve-se ao fato de que o lobo parietal, importante parte do cérebro no processamento de idiomas, continua trabalhando enquanto você dorme. Esse método de codificação durante o sono pode ajudar a desenvolver novas habilidades linguísticas.

Portanto, se você quer se tornar fluente em um idioma, durma com isso, literalmente.

Sobre a OXO Innovation

A OXO ajuda organizações globais a se comunicar de maneira eficiente em todas as regiões do planeta. Fornecemos soluções personalizadas em serviços linguísticos para as principais marcas mundiais, e nossa experiência em tradução e localização permite que produtos e serviços sejam implementados de forma contínua e em tempo hábil em mais de 20 idiomas. Com mais de duas décadas de experiência, nós entendemos suas prioridades.

blog articles
2020 2019 2017 2016 2014 2012 2011
BLOG
10 de julho de 2019
Sophia Dias

Melhores juntos: cinco segredos para uma uniao de sucesso

A OXO Translations era uma empresa relativamente jovem, com garra, ambição e energia de sobra. No entanto, nos faltava estrutura. Não demorou para sentirmos...

ler
BLOG
27 de fevereiro de 2020
Fabiano Cid

As 10 principais práticas recomendadas de localização para multimídia na América Latina

Todos os dias, cada vez mais gerentes de negócios e comunicadores profissionais buscam recursos para localizar conteúdo multimídia na América Latina...

ler